Importância dos indicadores na pecuária leiteira

Documento sem título

Importância dos indicadores na pecuária leiteira
Todos sabem que em nosso país o mercado do leite é instável, não tendo garantia de preço de venda do seu produto e derivados e nem garantia de permanência na atividade. Atualmente nos deparamos com alguns produtores abandonando atividade, alguns perdendo suas propriedades para as instituições financeiras, mas por outro lado também observamos produtores investindo na atividade, crescendo e colhendo bons resultados.
É indiscutível que se não formos eficientes na pecuária de leite ou em qualquer outra não permanecemos no ramo, pois, toda atividade desenvolvida possui os seus custos. Tal fato mostra a importância dos indicadores zootécnicos e financeiros de uma propriedade.
Em virtude do que foi mencionado acima, será que muitos desses produtores que estão saindo da atividade observaram os números zootécnicos de suas propriedades? Quanto eles impactam em seus números financeiro?
Será que dois meses a mais no intervalo entre partos faz muita diferença na fazenda?
Bom, vamos ao exemplo de uma propriedade comparando as duas situações. Para o cálculo estamos considerando a vaca A com 12 meses de intervalo entre partos e a vaca B com 14 meses de intervalo entre partos e o mesmo nível de produção de leite e a mesma persistência da lactação.
Numa primeira análise simplista, têm-se a falsa impressão que a vaca B é mais produtiva, pois fecha a lactação com 4630 kg de leite em relação à vaca A que fechou com 4194 kg. No entanto, quando consideramos o período de lactação, o número de lactações na vida útil a vaca A é mais produtiva com 25.165 kg de leite em relação à vaca B com 23.814 kg, ou seja, uma diferença de 1351 kg na vida útil. Considerando uma fazenda com 50 vacas em lactação e o preço médio do leite de R$ 1,20/litro, no final do ano a diferença será de R$ 13.510,56.
Receber no final do ano R$ 13.510,56 a mais faz diferença para você? Se fizer, entre contato conosco que podemos lhe auxiliar a encontrar os melhores caminhos para chegar lá!

 

 

Vaca A

 

Vaca B

 

Persistência Produção

90

 

90

 

Produção Inicial (kg)

15

 

15

 

Intervalo Entre Partos (IEP) em meses

12

 

14

 

 

Mês da Lactação

Produção (kg)

 

Produção (kg)

 

Mês 1

15,0

 

15,0

 

Mês 2

20,0

 

20,0

 

Mês 3

18,0

 

18,0

 

Mês 4

16,2

 

16,2

 

Mês 5

14,6

 

14,6

 

Mês 6

13,1

 

13,1

 

Mês 7

11,8

 

11,8

 

Mês 8

10,6

 

10,6

 

Mês 9

9,6

 

9,6

 

Mês 10

8,6

 

8,6

 

Mês 11

 

 

7,7

 

Mês 12

 

 

7,0

 

Mês 13

 

 

 

 

Mês 14

 

 

 

 

Totais

137,5

 

152,2

 

 

Média

13,8

 

12,7

 

 

Duração da Lactação (dias)

305

 

365

 

 

Total na Lactação

4194,2

 

4630,6

 

 

Vida Útil das Vacas (meses)

72

 

72

 

 

Número de Lactações na Vida Útil

6,0

 

5,1

 

 

Total de Leite na Vida Útil (kg)

25165

 

23814

 

 

Diferença na Vida Útil (kg)

1351

 

 

Diferença (kg) / Ano / Vaca

225,18

 

 

Total de Vacas no Rebanho

50

 

 

Preço do Leite (R$)

R$ 1,20

 

 

Diferença por Ano no Rebanho

R$ 13.510,56

 

Autor Sirlane Ferreira
Data: 18/01/2018
Categoria: Pecuária de Leite